Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Idolos




Essa semana conversando com a Mary, me veio a inspiração de falar sobre o amor que as pessoas cultivam pelos seus ídolos, resolvi falar sobre os meus ídolos, mas achei injusto colocar minha banda de rock preferida e um mega Ilusionista num mesmo post, por isso resolvi escrever um texto pra cada...



E porque eu resolvi escrever sobre Ilusionismo? Porque simplesmente é uma arte que, particularmente, me fascina , desde pequena, lembro aos Domingos no Fantástico, sempre passava algo do David Copperfield e até hoje eu me pergunto como ele conseguiu sair da caixa toda acorrentada e foi parar no alto da escada do outro lado do salão? Ou daquela vez em que ele conseguiu atravessar a parede...definitivamente eu amo Ilusionismo, Mágica ou qualquer que seja o nome que queiram dar, e só não me tornei uma “mágica” porque o que me chama atenção é o mistério e não o “como fazer”.
E o dia em que ganhei de aniversário um convite para assistir aos rapazes do Oriental Magic Show, fiquei a noite anterior ao show inteira sem dormir, pensando no que os meus olhos poderiam presenciar.

É simplesmente surreal, é um outro mundo, é um período de tempo (um rápido período de tempo) em que tudo acontece, que você se desliga de tudo e parece que o mundo todo parou só pra ver o que vc tem certeza que viu mas não faz a menor idéia de como aconteceu.

Philip Blue, ahhhh! Philip Blue o que é esse menino? Como ele faz aquilo com as cartas? A pessoa que criou a frase, “A mão é mais rápida que a visão”, com certeza se baseou nele.

Particularmente é o meu preferido dentre todos os grandes, talvez porque o único que eu conheço que faz as mágicas tão perto do público e com uma habilidade tão esplêndida que é quase impossível de descrever o que se sente.
E porque o Philip? É simples, não é repetitivo, não é chato, é encantador, sempre mostra truques novos, um mais enigmático que o outro. E a paixão nos olhos dele? É incrível como ele olha para uma pessoa assim que a mágica acaba, o prazer que ele tem em deixar todos boquiabertos é sensacional.


Tem um Ilusionista, que eu não vou citar o nome mas tem um programa no canal fechado A&E, que o cara me da muito medo (pode ser que vcs gostem mas...) com aquela cara de doido psicopata, e por mais que eu goste de ilusionismo ele não ajuda, imagina você ver um cara flutuar na sua frente, com aquela cara de maluco e sem camisa? Não dá, não consigo assistir por mais de 10 min. Já com o Philip é diferente, o carisma, a ótima aparência ( sim, isso conta também), e mais uma vez, a paixão pelo que ele faz é o que torna seus shows mais encantadores.

Sempre quis uma apresentação dessas nas minhas festas de aniversário, quem sabe esse ano não consigo de presente, né mãe?
É isso ele é um dos que me fazem perder o fôlego, meu ídolo, um grande Ilusionista, para mim, o melhor, o olhar enigmático, o sorriso de menino... ai ai Não vou me estender mais porque o post é pra falar sobre ídolos, ai o assunto não tem fim e quero poder postar mais sobre eles...e mesmo porque o Jon Bon Jovi vai ficar com ciúmes do Philip e não queremos isso né....

bjos

Tali

Artigos Relacionados

1 comentários:

Philip disse...

UAU, fiquei super honrado com esse post!
Muito obrigado,
Grande beijo do amigo,
Philip Blue.

27 de março de 2010 20:31

Postar um comentário